Taimi, app de namoro para gays, é lançado no Brasil na véspera da Parada LGBT

Por Thaís Augusto | 22 de Junho de 2019 às 20h20

Um aplicativo de namoro para gays será lançado neste sábado (22), na véspera da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, para rivalizar com o Tinder. O Brasil será o primeiro da América Latina a receber o aplicativo Taimi, que também funciona como rede social para aumentar a "interação entre os usuários e incentivar relacionamentos fortes e duradouros".

Por enquanto, o aplicativo de encontros pode ser usado apenas por homens – a empresa diz que, em breve, o plano é disponibilizar o Taimi para todas as pessoas do universo LGBTQ+. Com o Taimi, usuários têm acesso a uma lista de "quebra-gelos", sugestões que surgem toda vez que um match acontece para que a conversa possa fluir. Outra funcionalidade é a videochamada, que pode ser realizada entre usuários antes de um encontro.

Além deste recurso de segurança, o aplicativo conta com uma ferramenta de verificação regular que convida usuários a capturar uma foto ao vivo com a mão levantada, contribuindo assim para a eliminação de contas falsas. Já usuários verificados recebem um selo em seu perfil. Também é possível habilitar o modo invisível, que esconde o status online de contatos, exceto daqueles que o usuário gosta ou envia mensagem.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Usuários brasileiros poderão baixar app de encontro gay Taimi na véspera da Parada de Orgulho LGBT (Foto: Divulgação / Taimi)

De acordo com o Taimi, seus algoritmos sugerem matchs a partir de interesses em comuns, e não é centrado em aparências. "Os usuários podem encontrar uma pessoa compatível após apenas alguns deslizes", disse em comunicado.

Outro recurso do Taimi é a criação de álbuns privados, que podem ser visualizados apenas por pessoas selecionadas. O aplicativo de namoro foi criado pela empresa Social Impact, sediada em Las Vegas, em 2017, e atualmente está presente em nove países.

Além de um aplicativo de namoro, o Taimi também funciona como uma rede social ao permitir que usuários publiquem em seu próprio feed interativo, compartilhando histórias, seguindo outras pessoas e criando grupos temáticos para incentivar a liberdade de expressão sem nenhum preconceito.

Os usuários ainda podem sugerir novos recursos para o Taimi na seção "Solicitação de funcionalidade". A empresa diz que as sugestões com mais votos são introduzidas no aplicativo.

App de namoro Taimi também funciona como rede social (Foto: Divulgação / Taimi)

O Taimi ainda conta com outra abordagem para combater o cyberbullying e o assédio. Com o uso da inteligência artificial, os algoritmos do aplicativo procuram por atividades suspeitas e alertam a equipe de suporte, que analisa a notificação em até 10 minutos. Usuários também podem denunciar comportamentos abusivos.

Na versão premium do aplicativo, o Taimi XL, assinantes podem cancelar um match, tornar o perfil mais visível e enviar mensagem para pessoas que ainda não deram match em seu perfil. Segundo a empresa, o Taimi deve ser lançado em outros países europeus e da América Latina em breve. A versão brasileira aplicativo poderá ser baixada na App Store e Google Play.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.