Pinterest arrecada US$ 1,49 bilhão em sua abertura de capital

Por Felipe Ribeiro | 18 de Abril de 2019 às 12h58
Tudo sobre

Pinterest

Saiba tudo sobre Pinterest

Ver mais

Confirmando as previsões iniciais sobre sua oferta pública inicial de ações (IPO), o Pinterest, que nesta quarta-feira (17) definiu o preço dos papéis em US$ 19 (R$ 74) cada, já conseguiu levantar a quantia de US$ 1,43 bilhão (R$ 5,61 bilhões) junto a investidores, elevando seu valor de mercado US$ 10 bilhões (R$ 39,3 bilhões). As ações devem começar a ser negociadas nesta quinta (18) na Nasdaq, a Bolsa de Valores eletrônica de Nova Iorque.

O preço individual das ações pensado originalmente estava na faixa dos US$ 15 (R$ 56) aos US$ 17 (R$ 66), mas os investidores parecem estar mostrando mais apetite pela rede social de fotos, apesar dos desafios que a Lyft enfrentou desde que se tornou a primeira IPO de tecnologia de consumo do ano passado.

A receita do Pinterest saltou 60% no ano passado, para US$ 756 milhões (R$ 2,9 bilhões), e a empresa ficou significativamente mais próxima da lucratividade, com um prejuízo líquido de "apenas" US$ 63 milhões (R$ 247 milhões). Ainda assim, a IPO do Pinterest está abaixo da avaliação de US$ 12 bilhões (R$ 47,1 bilhões) obtida em uma rodada de financiamento de 2017.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O Pinterest está entre as primeiras grandes IPOs do ano e está programado para começar a operar na mesma época que a empresa de videoconferência Zoom. A Lyft foi a primeira grande oferta a chegar ao mercado em março, mas as ações caíram 19% em relação ao preço da IPO.

Fundada em 2010 por Ben Silbermann, ex-funcionário da Google, e Evan Sharp, que antes era designer no Facebook, o Pinterest cresceu para 265 milhões de usuários mensais. A empresa explodiu no mainstream em 2012, mas a expansão desde então arrefeceu devido, em parte, a uma cultura de trabalho que muitos funcionários descrevem como lenta quando se trata de tomar decisões.

A participação de Silbermann vale cerca de US$ 1 bilhão (R$ 3,92 bilhões) ao preço de oferta. A Bessemer Ventures possui ações avaliadas em US$ 1,13 bilhão (R$ 4,4 bilhões), enquanto as da FirstMark valem US$ 844 milhões (R$ 3,3 bilhão) e a da Andreessen Horowitz vale US$ 827 milhões (R$ 3,2 bilhão).

A Goldman Sachs e J.P. Morgan Chase lideram as ofertas.

Fonte: CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.