Siga o @canaltech no instagram

Tesla adia expansões de fábricas nos Estados Unidos e Xangai

Por Felipe Ribeiro | 15 de Abril de 2019 às 11h23
DepositPhotos
Tudo sobre

Tesla

Saiba tudo sobre Tesla

Ver mais

A Tesla e a Panasonic estão adiando os planos para expandir a fábrica de baterias Gigafactory 1 da fabricante de carros elétricos em Nevada, nos Estados Unidos. Segundo o site Nikkei Asian Review, as duas empresas decidiram congelar os gastos com esta que é a maior planta que fabrica baterias para este tipo de carro no mundo.

A razão para tamanho baque é que as companhias detectarem uma demanda menor por carros da Tesla e, por isso, os investimentos, que giram na casa dos US$ 4,5 bilhões (R$ 17,3 bilhões, na cotação atual), tiveram de ser adiados. A Panasonic, aparentemente, também cancelou os planos de investir na nova Gigafactory da Tesla em Xangai (China).

Depois desse anúncio na última quinta-feira (11), as ações da Tesla caíram quase 3%. A empresa disse em comunicado que iria investir na fábrica de Nevada "conforme necessário". "É claro que continuaremos a fazer novos investimentos no Gigafactory 1, conforme necessário. No entanto, acreditamos que há muito mais a ganhar com a melhoria do equipamento de produção existente do que se estimava anteriormente", disse um porta-voz da Tesla ao site Electrek.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Embora o Nikkei não tenha dado detalhes de suas fontes, nem a Tesla nem a Panasonic negaram a notícia. A parceria entre as duas companhias não foi exatamente lucrativa para a fabricante japonesa de eletrônicos; A empresa perdeu mais de US$ 180 milhões (R$ 693 milhões) em produção de baterias até o final do ano passado.

Em resposta à queda, a Panasonic anunciou no último mês de janeiro que estava firmando uma parceria com a Toyota para produzir baterias de carros elétricos, sugerindo que mais acordos desse tipo podem vir em vez de uma exclusividade com a empresa de Elon Musk.

Fonte: Electrek , Asia Nikkei

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.