Vendas dos iPhones devem continuar caindo no segundo trimestre, prevê analista

Por Se Hyeon Oh | 18 de Abril de 2019 às 09h59
divulgação
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Assim como foi apontado no resultado financeiro do primeiro trimestre fiscal de 2019 (composto pelo período entre outubro e dezembro de 2018) da Apple, a receita das vendas do iPhone havia caído 15% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Como a empresa não informa a quantidade de dispositivos vendidos, tudo o que se sabe é que as vendas do aparelho renderam US$ 51,9 bilhões.

De acordo com a OTR Global, analista de mercado, o despacho dos smartphones da Maçã durante o primeiro trimestre de 2019 (equivalente ao segundo trimestre fiscal da companhia) caíram entre 37 milhões e 42 milhões de unidades, bem abaixo da previsão inicial da própria fabricante de 40 a 45 milhões.

A OTR Global diz que a fraca demanda pelos modelos do iPhone de 2018 (iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR) forçou a redução das estimativas. Para o segundo trimestre deste ano (equivalente ao terceiro trimestre fiscal da Apple), que vai de abril a junho, a expectativa é de que a companhia despache de 28 a 33 milhões de unidades dos iPhones para o varejo.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No entanto, parece que a baixa nas vendas parece ter sido prevista (ou até mesmo planejada) pela empresa de Cupertino, visto que, há alguns anos, a companhia prometeu dobrar sua receita referente a serviços, de US$ 25 bilhões em 2016, para US$ 50 bilhões até 2020. Internamente, esse é o segundo setor mais lucrativo da Apple, pois é nele que se encaixa o oferecimento de planos para o iTunes, o Apple Music, o Apple News+, o Apple TV+, a App Store, o AppleCare, entre outros.

Fonte: Phone Arena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.