Mais de 135 mil cliques foram registrados em golpe do FGTS no WhatsApp

Por Redação | 09 de Outubro de 2017 às 13h18

Identificado pela ESET, um novo golpe está rolando no WhatsApp, desta vez oferecendo a liberação de saques de contas inativas do FGTS. A fraude usa informações falsas sobre um pagamento retroativo de R$ 1.760, e a empresa já registrou mais de 135 mil cliques no link, que leva o usuário a se inscrever em serviços pagos sem saber.

Após informar seus dados pessoais, a vítima é orientada a compartilhar o golpe com 5 amigos no mensageiro para poder acessar a lista de confirmação para receber o benefício e, para passar credibilidade ao golpe, os criminosos mostram falsos usuários e comentários no Facebook, como se o saque tivesse sido bem-sucedido.

Os pesquisadores de segurança analisaram o código da página por meio do WhatsApp, e, ali dentro, viram que os criminosos deixaram o seguinte recado "Não foi dessa vez :) Babaca". Ainda, os autores do golpe não desabilitaram a listagem de arquivos do site, e os especialistas facilmente conseguiram confirmar o golpe.

Para se proteger, "como sempre, a regra de ouro é: para estar seguro, mantenha-se atento", conforme explica Cassius Puodzius, pesquisador da ESET. "Não clique e nem mesmo abra mensagens suspeitas. Além disso, não compartilhe publicações do tipo. Mesmo não realizando a propagação de um malware, esses ataques podem causar prejuízos financeiros", finalizou.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!