Siga o @canaltech no instagram

Façam suas apostas: quem terminará no Trono de Ferro em Game of Thrones?

Por Rafael Rodrigues da Silva | 15 de Maio de 2019 às 19h25

O inverno chegou, e a Longa Noite está acabando: no próximo domingo (18) a HBO irá transmitir o último episódio de Game of Thrones, colocando um ponto final na série que foi um dos grandes fenômenos culturais dos últimos anos e muito provavelmente a última série de TV em que nos reunimos em volta do aparelho e sentimos a necessidade de assistir ao episódio no momento em que ele é transmitido.

O fim de Game of Thrones é um marco não apenas para a TV — pois é o fim da produção mais cara e expansiva já produzida para a mídia —, como também o possível fim de um modo de assistir TV, em que nos sentíamos compelidos a, em determinado dia e hora, parar tudo que estivéssemos fazendo em nossas vidas e dedicar os proximos minutos olhando atentamente para aquela tela. Por isso, durante as próximas duas semanas, faremos uma série de matérias especiais aqui no Canaltech sobre Game of Thrones como forma de nos prepararmos para o fim e entendermos as implicações que as escolhas tomadas pela série terão para os potenciais livros que George R.R. Martin ainda irá lançar.

AVISO DE SPOILER: Esta matéria pode conter spoilers das sete primeiras temporadas de Game of Thrones. Então, se você não está em dia com a série, proceda com cautela.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Conforme nos aproximamos do fim de Game of Thrones, há uma pergunta que é a chave de todo o conflito da série: quem irá ficar no Trono de Ferro e exercer domínio sobre os sete reinos de Westeros? Essa pergunta, que desde o primeiro episódio estava por trás de todas as tramas políticas, traições, alianças e guerras travadas, finalmente está prestes a ser respondida. E, faltando quatro dias para a transmissão do último episódio da série, essa é a hora perfeita para fazer suas apostas sobre quem terminará sentado no Trono de Ferro em Game of Thrones.

De quem é o Trono?

Quem terminará sentado no Trono de Ferro? (Imagem: HBO)

O ato de fazer apostas é algo tão cultural nos Estados Unidos quanto comer fast-foods ou culpar mexicanos por todos os problemas do país. A vontade de apostar dos americanos é tão grande que não se limita a loterias e resultados em eventos esportivos, mas eles apostam basicamente sobre tudo: ao entrar nos sites de "bets" do país durante a semana passada, era possível apostar, entre outras coisas, em qual seria o nome do bebê real da Inglaterra, filho do Príncipe Harry e da atriz Meghan Markle, quem seria o próximo eliminado na atual edição do Masterchef dos Estados Unidos, ou mesmo se a Uber teria um primeiro dia na Bolsa de Valores acima das expectativas. Assim, em um ambiente onde existem apostas sobre tudo, é claro que seria possível apostar sobre qual será o personagem que terminará sentado no Trono de Ferro.

Mas, antes de analisarmos as chances de cada um, é necessário explicar como funciona o sistema de apostas nos Estados Unidos, que é um tanto diferente do restante do mundo. Ao invés do sistema decimal usado por aqui, o sistema de apostas americano utiliza uma base de 100 para calcular os lances. Assim, se as chances de sua aposta apresentam um número positivo (+200, por exemplo), esse número quer dizer o quanto você irá ganhar caso tenha apostado US$ 100 naquela possibilidade (por exemplo, se você apostar US$ 100 em algo cujas chances se apresentem como +200 e ganhar essa aposta, você receberá US$ 300). Já se as chances de sua aposta apresentam um número negativo (-150, por exemplo), esse número indica o quanto você precisa apostar caso queira ganhar US$ 100 ao acertar a aposta (por exemplo, se você pretende apostar em algo cujas chances são mostradas como -150, se você apostar US$ 150 e ganhar a aposta, você receberá um valor de US$ 250).

Ficando isso claro, vamos ver como as casas de apostas estão dividindo as chances de cada personagem chegar ao trono:

Chances de cada personagem terminar no Trono de Ferro, de acordo com o site de apostas Bovada Sportsbook (Imagem: IGN)

A primeira coisa que se destaca nessas chances (retiradas do Bovada Sportsbook, um dos maiores sites de apostas do mundo e que opera em praticamente todo o globo), levantadas dias após os eventos do quarto episódio da série (assim, após a Batalha de Winterfell e após Daenerys ter perdido seu segundo dragão) é o fato de não existir nenhuma chance negativa em todo o quadro. Isso quer dizer que, mesmo que faltassem apenas dois episódios para o fim da série, ainda não há um favorito lógico para sentar no Trono de Ferro — o que é um enorme elogio à complexidade da narrativa de Game of Thrones.

Tendo isso em mente, há algumas surpresas nessa tabela. Por exemplo, o fato de Bran Stark ser o favorito dos apostadores para terminar no Trono de Ferro, mesmo que na série ele tenha se tornado uma entidade não humana que vive no passado e não possui nenhum interesse em reinar sobre ninguém. É possível ver também como a perda de mais um dragão, além de seus assessores mais confiáveis, feriu bastante as chances de Daenerys, que atualmente figura entre os apostadores com menos chances de terminar no Trono de Ferro do que Gendry — um personagem secundário durante toda a trama e que apenas recentemente deixou de ser um bastardo. As chances de um hipotético filho de Jon e Daenerys terminar no trono também estão bem altas — principalmente porque a Rainha dos Dragões ainda não deu nenhum sinal de que está grávida. E, o fato de o Mindinho aparecer entre os 10 preferidos dos apostadores — mesmo que ele tenha, teoricamente, morrido no episódio final da sétima temporada — mostra que as pessoas estão acreditando bastante na teoria de que Lorde Baelish apenas forjou sua morte e está controlando tudo por trás dos panos.

E, se formos acreditar nos possíveis spoilers que foram revelados pelo Reddit nas últimas semanas, faz sentido nomes relativamente fortes para ficar com o trono, como o de Jon Snow, Daenerys Targaryen e Cersei Lannister estarem tão abaixo nas expectativas dos apostadores, pois de acordo com esses supostos spoilers nenhum deles deve terminar no Trono. E, de certa forma, isso faz mesmo sentido narrativo: esses três nomes foram mostrados durante toda a oitava temporada como os únicos possíveis para assumir o lugar. Então, se formos seguir a lógica da série de sempre subverter as expectativas, é de se esperar que nenhum deles acabe reinando sobre Westeros, e que alguém que até então não era considerado como um candidato (ou candidata) ascenda ao trono. E diversas dicas levam a crer que este alguém pode ser a Sansa.

Uma Rainha improvável

Sansa é uma das preferidas para terminar no Trono de Ferro (Imagem: Sophie Turner/Instagram)

Apesar de os eventos do mais recente episódio de Game of Thrones (e penúltimo de toda a série) terminar com Porto Real destruída e o caminho livre para que Daenerys Targaryen realize seu objetivo de ocupar seu lugar no Trono de Ferro, também há diversos indícios de que a filha do antigo Rei Louco não terá vida fácil no último episódio da série. Ainda que seja um enorme exagero chamá-la de “Rainha Louca” só por causa do histórico da família (ao contrário do que ocorreu com o pai dela, que realmente perdeu a noção de realidade em seus últimos dias de vida, Daenerys está mais para uma “Rainha Furiosa”, tendo perdido nesses últimos episódios praticamente todos os seus aliados mais confiáveis, dois de seus três dragões e ver alguns de seus conselheiros já tramando para tirá-la do Trono antes mesmo que ela possa mostrar como será seu reinado — qualquer um na mesma situação que ela estaria justificadamente furioso), ficou claro que o fato dela não ter aceitado os termos de rendição da cidade e atacado soldados desarmados e cidadãos inocentes mesmo depois que eles já haviam se entregado fez com que diversas pessoas que ainda confiavam nela começassem a enxergá-la como uma ameaça. E, entre essas pessoas, estão Jon e Arya — apenas o único outro Targaryen vivo (e, assim, que pode naturalmente reivindicar o trono) e a mais mortal assassina de Westeros, responsável por matar o Rei da Noite e capaz de se passar por qualquer outra pessoa do reino.

Assim, apesar da vitórias, as coisas não parecem tão simples para que Daenerys assuma o trono, já que ela possui dois dos mais perigosos inimigos que poderia ter neste momento: o possível Rei que possui o amor de boa parte das forças que hoje compõem o exército de Daenerys, e a assassina que pode passar despercebida por qualquer lugar. Mas, apesar de serem as principais ameaças para Daenerys, nenhum deles é uma grande ameaça no que concerne o Trono em si, já que tanto Jon quanto Arya são pessoas que não querem a responsabilidade de liderar uma cidade, e que fugiriam de Porto Real antes de serem coroados.

E é aí que entra Sansa.

Sansa possui o equílibrio necessário para ser a rainha de tempos de paz que Westeros precisa (Imagem: HBO)

Por ser um episódio de batalha, Sansa não estava presente no mais recente da série, mas a presença dela se torna maior a cada momento. Ela não apenas é alguém que gosta e quer o poder, como alguém que se mostrou muito bem em gerenciar pessoas e lugares. Jon poderia ser a melhor opção para o Trono em tempos de guerra mas, como a própria Daenerys já falou no episódio 4 desta última temporada, esta é a “última guerra” — e, com a vitória assegurada, é necessário agora governar para tempos de paz, e reconstruir tudo aquilo que as disputas entre famílias destruíram nos últimos anos.

E, para tempos de paz, Sansa se sobressai sobre todos os outros possíveis candidatos:ela já se mostrou uma governante capaz, possui o respeito não apenas das Casas do Norte mas também das duas maiores Casas que sobraram no Sul (os Tullys, família à qual pertencia sua mãe Catelyn Stark, e o Vale dos Arryn, que na teoria ainda são comandados por Robin Arryn mas que, na prática, já são leais e respondem às ordens dela). Além disso, Sansa já provou ter aprendido muito bem como “jogar o jogo” da Corte em seu tempo convivendo com o Mindinho, e desde a sétima temporada tem se mostrado a pessoa mais capaz da série na arte da política.

Essa lógica parece ser algo que boa parte dos apostadores concordam — afinal, Sansa aparece como a segunda preferida para terminar no Trono de Ferro. Mas, claro, confiar na lógica para entender o futuro das tramas de Game of Thrones nunca foi algo que garantiu o acerto de nada, e isso é ainda mais verdadeiro nesta última temporada da série. Mesmo faltando apenas um único episódio para o fim, ainda é muito cedo para se cravar qualquer previsão — mas não se espante se, no fim de tudo, Westeros seja salva por uma rainha ruiva que veio do Norte.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.