Descoberta falha no recurso de desbloqueio facial do Huawei Mate 20 Pro

Por Jessica Pinheiro | 19 de Outubro de 2018 às 16h13
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Mate 20 Pro

Ficha técnica

O desbloqueio à base de reconhecimento facial do Huawei Mate 20 Pro pode não ser tão seguro como se imaginava a princípio, de acordo com o Android Pit. Isso porque o recurso sempre se engana, confundindo um dos membros da equipe do site com outra pessoa, quando a ferramenta de desbloqueio é testada.

Ainda não se sabe, porém, se isso se aplica a todos os dispositivos da linha, mas de toda forma, é preocupante que isso tenha sido constatado em um dos Mate 20 Pro. O engano do desbloqueio facial não é exatamente uma novidade, ainda mais se o aparelho estiver usando tecnologia 2D. Todavia, o novo smartphone da Huawei está usando sensores para criar um mapa 3D do rosto do usuário.

A companhia havia dito, inclusive, que com essa tecnologia, o recurso não seria enganado por uma imagem plana – o que é ótimo, a menos que exista alguém muito parecido com o proprietário do celular. Além disso, o sistema de reconhecimento falhou de maneira muito simples, o que é alarmante.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De acordo com o Android Pit, o smartphone foi desbloqueado pela primeira vez quando um outro funcionário estava simplesmente mexendo no dispositivo, ou seja, sem tentar propositalmente enganar o reconhecimento facial. Depois, o recurso se enganou novamente, apesar de desta vez ter verificado os rostos de duas pessoas repetidas vezes.

As duas pessoas que foram verificadas pelo aparelho são parecidas, mas não idênticas: os dois homens possuem penteados e barbas semelhantes, mas suas características faciais distoavam entre si. De toda forma, vale lembrar que o novo dispositivo está em pré-lançamento e que seu software não necessariamente a versão final — ou ainda, este smartphone em específico pode estar com defeito.

A Huawei também alerta seus usuários para o fato de que o software pode, de fato, se enganar e desbloquear o aparelho por pessoas ou objetos parecidos, e nunca foi descrito como “sem falhas”. Ainda assim, este ocorrido não foi constatado pelas mãos da fabricante, mesmo quando a empresa testou o recurso com gêmeos. Por conta disso, a companhia alega que está investigando o assunto.

O sensor de reconhecimento fácil do Mate 20 Pro está alocado em um notch na parte superior do display, juntamente de todos os demais sensores necessários para que a ferramenta de desbloqueio funcione. Uma das reclamações é que o entalhe é relativamente grande, causando algum incômodo visual.

Fonte: Android Authority

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.