Comparativo 190 / 206 vídeos

Comparativo | iPhone Xs Max vs Galaxy Note 9

08:26 | Por Adriano Ponte | 16 de Outubro de 2018

iPhone Xs Max, o maior iPhone já feito pela Apple, lado a lado com o Samsung Galaxy Note 9, igualmente gigante se comparado aos modelos de smartphone produzidos pela sul coreana.

Qual desses dois gigantes e proibitivos topos de linha pode ganhar essa corrida pela maior tela sem chegar de fato ao tamanho de um tablet? Confira agora nesse comparativo.

E não se esqueça de conferir a ficha técnica detalhada desses dois aparelhos aqui no canaltech.com.br (além de ver a análise completa deles) para tirar todas suas dúvidas.

CONSTRUÇÃO

Ambos aparelhos trazem pouca esperança quando comparados à época que smartphones premium utilizavam metal na traseira, e não vidro dos dois lados.
No iPhone temos 208 g de peso para os dois lados em vidro com moldura em aço inoxidável, ao passo que temos aproximadamente 200g no Galaxy Note 9.

Para o Note temos a certificação IP68, tornando segundo a fabricante o aparelho à prova d’água para imersões de até 1.5m por 30 mins; do lado Apple também falamos de IP68, com nota da fabricante para imersão de até 2 metros de profundidade por 30 minutos.
Meramente por questões de como cada fabricante formaliza a certificação IP68, temos uma vantagem para o lado do iPhone Xs Max, que leva o ponto em CONSTRUÇÃO.

DISPLAY + MULTIMÍDIA

De um lado, “notch”; do outro, tela infinita. Pode ser que num futuro próximo a Samsung perca o bom senso e coloque um “entalhe” no topo da tela de seus aparelhos.

Do lado do iPhone Xs Max temos 6.5” de tela OLED na resolução de 1242 x 2688 pixels (19.5:9) fechando em ~458 ppi de densidade.

Agora, no Note 9 temos um display Super AMOLED (6.4”), sem “notch” no topo, rodando a resolução de 1440 x 2960 pixels (18.5:9) com aproximadamente 516 ppi de densidade.

Tantas vezes já dissemos que telas Super AMOLED e OLED deveriam estar em todos os smartphones do mercado, e aprovamos o que é visto nos dois aparelhos. É seguro dizer que tanto o iPhone Xs Max quanto o Note 9 reproduzem excelentes imagens em suas telas, entregando ao usuário uma ótima experiência multimídia.

Quase empatamos os dois modelos por sua competência e qualidade, porém o “notch” no topo do iPhone Xs Max não pode ser tratado como algo “normal”, principalmente ao competir com qualquer outro aparelho que tenha uma tela completa, sem um “dente” preto no topo do display.
Ponto para o Note 9.

USABILIDADE + DESEMPENHO


Existem duas variantes do Note 9 no mercado global, sendo elas diferenciados pelos chipsets que movem o aparelho, virtualmente idênticas em performance segundo a Samsung. São elas:

  • Chipset Exynos 9810 Octa
  • CPU Octa-core (4x2.7 GHz Mongoose M3 & 4x1.8 GHz Cortex-A55)
  • GPU Mali-G72 MP18

ou

  • Chipset Qualcomm Snapdragon 845
  • CPU Octa-core (4x2.8 GHz Kryo 385 Gold & 4x1.7 GHz Kryo 385 Silver)
  • GPU Adreno 630

Ambas variantes contam com memória interna de 128 GB ou 512 GB (ambas com suporte a cartão microSD), além de 6 GB ou 8 GB de RAM.

Já dentro do iPhone Xs Max temos o chipset proprietário “A12 Bionic” com destaque para:

  • * CPU Hexa-core (2x Vortex para desempenho + 4x Tempest para eficiência energética)
  • * GPU Apple (quad-core)
  • * 4GB RAM
  • * 64/256/512GB ROM

Com tudo isso temos o iPhone rodando o iOS com uma das melhores performances possíveis para o sistema, da mesma forma que o Note 9 roda o Android com uma das melhores performances possíveis para o sistema. Sendo assim temos dois aparelhos muito potentes para qualquer tipo de usuário, ficando o ponto desta seção para os dois aparelhos.

CÂMERAS

Começando pela traseira do Note 9 temos uma dupla de 12MP para fotografia e vídeo. Um dos sensores possui abertura variável (f/1.5-2.4) 26mm com OIS, e no outro temos estabilização óptica com f/2.4 (52mm) para 2x de zoom óptico.
Indo para o iPhone Xs Max, temos duas câmeras de 12 MP (com OIS, assim como o Note 9), sendo uma delas de f/1.8 (26mm) tipo “wide” e a outra f/2.4 (52mm) para zoom óptico de 2x.

Dessa forma a fotografia em geral dos aparelhos permite um registro excelente de detalhes, sem ruído visível e (igualmente) sem pós processamento visível, contando com a dupla câmera para aproximação e medição de profundidade para aplicar desfoque nas fotografias, contando ambos modelos com toques de AI aqui e ali para que o ato de pegar o telefone do bolso para bater uma foto sem pensar, apenas apontando e clicando, resulte com quase certeza numa foto de exposição correta e foco correto de forma imediata.

O resultado dos dois aparelhos é impressionante, incluindo o fato de que ambos modelos trazem estabilização óptica nas duas lentes do conjunto traseiro. Pegar nas mãos um iPhone Xs Max ou um Galaxy Note 9 é uma experiência e tanto para entendermos o quanto as câmeras de smartphones evoluíram até 2018. Ponto para ambos smartphones, que empatam aqui.

BATERIA

Raramente um modelo da Apple ganha neste quesito de qualquer comparativo, dada a resistência da empresa em ampliar de forma decente a quantidade de energia que cabe dentro de seus aparelhos.

Falamos de 3174 mAh dentro do iPhone Xs Max, o que significou um consumo médio de 17% de sua bateria por hora de streaming contínuo, seguindo nosso cenário padrão.
Do lado Note 9 temos 4000mAh, quantidade já vitoriosa sobre o iPhone Xs Max. O ponto do Note 9 é garantido pelos testes de estresse do aparelho que pontuaram 7% de descarga da bateria por hora de streaming contínuo no aparelho nos mesmos cenários de teste do iPhone, um valor excelente para um smartphone com uma tela tão grande e brilhante.

Só conseguimos aumentar esses números ao ultrapassar o esforço ao qual submetemos o iPhone, levando a CPU do Note 9 para 100% de forma contínua (onde houve a descarga média de 30% por hora nele).

Ponto para o Note 9, mais eficiente que o iPhone Xs Max em uso da bateria (e) possuidor de uma bateria de maior capacidade.


PREÇO

Ambos modelos terão como referência seus preço no exterior, assim vocês podem realizar as conversões de dólar para reais de acordo com a data em que estiverem acompanhando este comparativo do Canaltech.

Para o iPhone Xs Max: US$1.099 (64GB ROM), US$1.249 (256GB ROM) e US$1.449 (512GB ROM)

Já no Galaxy Note 9: US$ 999,99 (128GB ROM) US$ 1249,99 (512GB ROM)

Sendo assim pontua o Galaxy Note, o “menos caro”. Não ficamos nem um pouco empolgados com essa parte do comparativo, e nem consideramos uma “vitória” nesse caso. Lamentamos que aparelhos telefônicos tenham chegado num preço tão estúpido.

QUEM GANHA?

Finalizamos então desta forma:

  • iPhone Xs Max com 3 pontos: CONSTRUÇÃO, USABILIDADE + DESEMPENHO, CÂMERAS
  • Galaxy Note 9 com 5 pontos: DISPLAY + MULTIMÍDIA, USABILIDADE + DESEMPENHO, CÂMERAS, BATERIA, PREÇO

Terminamos esse comparativo com o Galaxy Note 9 vitorioso sobre o iPhone Xs Max, porém sem muitos motivos para que o brasileirinho comemore, afinal é necessário vender uma motocicleta para colocar as mãos no aparelho, mostrando uma fase complicada nas faixas de preço para smartphones que já foram bem menos proibitivos.

Gostou desse vídeo?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.